Projeto Ockham
Face de Marte A face de Marte

por Ana Luiza Barbosa de Oliveira mail
em 12/06/02, publicado na revista Mistério (Ano 1, No.2), fev/2003

Outras formações e teorias

Fórum Enviar artigo

Pirâmides A oeste da face existem formações rochosas semelhantes a pirâmides e na sombra de uma das "pirâmides", existe um padrão de linhas que também chamou muita atenção, pois muitos acreditam ser uma cidade perdida com uma avenida em direção à face.

Outros dizem que os contrutores das pirâmides e da face são os mesmos que construíram as pirâmides do Egito e a esfinge. Seus argumentos se baseiam no fato da face ser muito semelhante à esfinge e de que a pirâmide dista da face exatos 1/360 graus do diâmetro polar de Marte. Esta "pirâmide" é conhecida como M&D, as iniciais dos seus descobridores, DiPietro e Molenaar.

David Flynn, um escritor de livros sobre conspirações, OVNIs e a Bíblia, vida extraterrestre e profecias do fim do mundo, acredita que os cinco lados de uma das pirâmides de Cydonia mostram o grande presente de Deus para o homem que é a vida eterna através de seu filho Jesus. Além disso, ele afirma que as pirâmides do Egito são um trabalho de origem extraterrestre porque nem mesmo hoje seríamos capazes de construí-las e que a face de Marte é uma representação de Jesus, e mesmo que na época que a estrutura foi "construída" Jesus ainda não tivesse nascido, os construtores sabiam que isso iria acontecer. Segundo ele, o número 360 codificado na pirâmide demonstra dualidade. "Cada ângulo dos triângulos equiláteros que supostamente compõem a pirâmide têm 60°, o que significa 10 = 'perfeição da ordem' e 6 = 'o número do homem e do pecado'. Os ângulos do triângulo somados são 180° e, quando seguindo em um círculo, 180 graus fica no meio do caminho. Neste sentido, o 180 tipifica o homem em direta oposição a Deus. O estado de imperfeição do homem o leva na direção oposta da 'plenitude' e da 'perfeição'. O significado de 180 é claro, 9 = o número do julgamento x2 = o número da divisão, x10 = perfeição ordinal de Deus". Ele continua a descrever outras formações da suposta cidade em seu site.

Richard Hoagland, autor do livro "The Monuments of Mars", por sua vez, afirma que a pirâmide de Cydonia possui uma geometria redundante que guarda a chave para o entendimento da mecânica quântica de alto grau. Ele também destaca que a localização geográfica das estruturas e sua geometria formam uma mensagem: a geometria aponta redundantemente constantes matemáticas como pi (3,14) e a base dos logaritmos naturais (2,72), além de ângulos "significativos" como 19,5°. De acordo com ele se um tetraedro for inscrito em uma esfera de forma que um dos vértices toque o pólo Norte ou Sul, os demais vértices estarão localizados nas latitudes 19,5 Norte ou Sul e se esta esfera girar rapidamente surgirá uma energia interna que está armazenda em um outra dimensão. Como evidência ele apresenta o vulcão Mauna Kea no Havaí a 19,6° norte, em Marte, o Monte Olimpo a 19,3° norte e em Júpiter a Grande Mancha Vermelha a aproximados 19,5° sul.

Para alguns, a razão áurea também está "codificada" na disposição das estruturas de Cydonia. (A razão áurea é uma das constantes mais comuns na Natureza: está presente nas razões do corpo humano, nos padrões de crescimento de plantas e animais).

Face e o Sudário Outros apontam semelhanças entre a face de Marte e o sudário de Turim.

O astrônomo americano Tom Van Flandern acredita que Marte, por ser um planeta bastante pequeno já teria sido uma lua de um outro planeta que explodiu, denominado por ele de planeta V. Sua principal evidência para isto é o cinturão de asteróides principal nas proximidades de Marte (ele incluiu outro planeta na sua teoria para explicar o material na região mais externa do cinturão de asteróides). Ele e Alan Alford, autor de livros como "Gods of the New Millennium", "The Phoenix Solution", "When The Gods Came Down" e "The Atlantis Secret", acreditam que a face é uma formação natural, mas que por seu formato tão particular chamou a atenção de uma civilização que vivia no planeta V e escolheu a região de Cydonia como local para suas construções. Segundo eles, esta civilização teria migrado para a Terra e sobrevivido "talvez por hibridização com espécies locais e pode ter retido uma memória racial que gerou os mitos da 'era dourada', do 'paraíso perdido'e da 'queda do homem'."

Alguns, como David Percy, produtor de filmes e programas de TV, encontraram semelhanças entre o complexo de Cydonia e as ruínas de Avebury ao norte de Stonehenge na Inglaterra.

Ignatius Graffeo, um conhecido ufólogo, viu feições felinas nas fotos e afirma que a estrutura é uma "escultura dinâmica" especialmente projetada para revelar imagens em jogos de luz e sombra. E depois sugeriu que o negativo da foto da MGS mostrava as linhas características da face e que elas tinham sido assim esculpidas propositadamente.

Novas imagens
Cadastre seu email para receber nosso boletim:
Pipoca com Ciência

Dragão da Garagem