Projeto Ockham
Pirâmides A construção das pirâmides

por Alexandre Taschetto de Castro mail
em 14/09/03

A grande pirâmide de Quéops

Fórum Enviar artigo

Quéops, filho de Snefru, deu continuidade às tendências construtivas de seu pai de forma impressionante. Sua pirâmide, construída em Gizé, é a maior de todas as pirâmides egípcias, com uma altura original de 145 metros, permanecendo como a mais alta estrutura construída pelo homem até o século XIX. Seu peso total seria, originalmente, por volta de 6.000.000 de toneladas, sendo composta por um milhão de blocos de pedra montados ao longo de 20 anos. Revestida com uma cobertura de mármore (que foi desgastada e/ou removida ao longo do tempo) e com um bloco de metal brilhante (ouro ou uma mistura de ouro e prata) em seu ápice, a pirâmide de Quéops era cercada por um complexo de estruturas que incluiam pirâmides menores para suas rainhas e mastabas para os nobres de sua corte.

Grande Pirâmide de Quéops

Após Quéops, as pirâmides continuaram a ser construídas por mais de mil anos, mas em versões mais modestas. Seu filho, Quéfren, e seu neto, Miquerinos, construíram suas pirâmides também em Gizé. Quéfren se esforçou para ofuscar o feito de seu pai. Sua pirâmide, ainda que menor, aparenta maior tamanho devido à sua inclinação e por estar baseada em solo mais alto, sendo às vezes confundida com a Grande Pirâmide.

Pirâmides de Gizé

Ao longo dos séculos seguintes, as pirâmides passaram a ser construídas de forma mais simples e padronizada. Materiais menos resistentes levaram a seu desgaste mais rápido e a maior parte se encontra em péssimo estado. Com uma menor disponibilidade de materiais e a evolução teológica da cultura egípcia, as pirâmides foram eventualmente abandonadas e substituídas por templos mortuários como os encontrados na cidade de Tebas e no Vale dos Reis, onde foi descoberta, por exemplo, a famosa tumba do faraó Tutancamon.

Métodos de construção
Cadastre seu email para receber nosso boletim:
Pipoca com Ciência

Dragão da Garagem