Projeto Ockham
Discursos Reversos Mensagens subliminares II: Os discursos reversos

por Widson Porto Reis mail
em 20/04/04

Os versos satânicos nos discos de rock

Fórum Enviar artigo

Em 1982, o pastor protestante Gary Greenwald percorreu os EUA pregando contra o uso do que ele chamava de "backward masking", a gravação de mensagens adorando o demônio em discos de rock, que só podiam ser escutadas ao ouvir a música de trás para frente. Segundo o pastor, estas diabólicas mensagens subliminares não podiam ser percebidas conscientemente e por isso atingiam diretamente o subconsciente indefeso do jovem fã de rock, levando-o a envolver-se no caminho do sexo, das drogas e da perdição. Como conseqüência dos inflamados discursos de Greenwald, pilhas de discos foram pisoteadas pelos fiéis em todo o país, livros foram publicados sobre o assunto, governos de vários estados americanos consideraram a criação de leis que proibissem o uso de backward masking ou que pelo menos obrigassem as gravadoras a estampar um selo de alerta em seus discos, enquanto no Canadá um senador propôs uma investigação parlamentar sobre o assunto.

Antes de continuarmos é preciso esclarecer uma coisa: backward masking não é o que se costuma repetir popularmente por aí. Imagine que a imagem [A] seja exibida numa tela por apenas alguns milésimos de segundo e em seguida seja exibida a imagem [B], onde os Xs representam quadrados pretos. Em vez de duas imagens distintas, o observador vê uma única imagem, correspondente a [C].

backward masking

Os quadrados pretos da imagem que foi exibida depois parecem mascarar as letras da imagem que foi exibida antes. Este fenômeno visual é chamado de backward masking (algo como "mascaramento para trás"). Mas backward masking também pode designar um fenômeno auditivo semelhante. O ser humano não é muito bom para distinguir sons misturados; em determinadas freqüências um tom alto pode tornar inaudível um tom mais baixo que tenha sido tocado milésimos de segundo antes dele. Mesmo tons mais baixos tocados milésimos de segundo após um tom mais alto não podem ser percebidos pelo ouvido humano e neste caso o fenômeno é chamado de "forward masking" ou "mascaramento para frente". Sabendo disso, engenheiros de som podem retirar das músicas estes tons inaudíveis, tornando menores os arquivos necessários para gravar a música digitalmente.

No entanto aqui no Brasil, como lá fora, o termo se estabeleceu como outra coisa completamente diferente. Por exemplo, o Professor Vicente, presidente da ONG Mensagem Subliminar e autor de um livro homônimo, explica que "Backward Masking, «retrocesso oculto» ou «máscara do contrário», [professor Vicente não informa que disciplina leciona, mas certamente não é inglês] é uma técnica complexa utilizada para inserção de mensagens subliminares invertidas em músicas, trilhas sonoras, jingles, frases e discursos."

A primeira pergunta é: será que estas mensagens existem? Em 1982, na época do pastor Greenwald, era um bocado difícil tentar responder esta pergunta; ou você invertia a rotação do toca-discos, sabendo exatamente em que ponto procurar o verso satânico, ou adquiria da igreja de Greenwald as fitas já preparadas com os trechos diabólicos em destaque. Hoje, em plena era digital, basta procurar por backward masking em seu site de busca favorito para encontrar dezenas de sites com as gravações em MP3. Escolhemos ouvir as gravações do site da ONG Mensagem Subliminar, que possui a vantagem sobre os sites americanos de incluir as gravações satânicas dos nossos artistas nacionais. Depois de horas de audição, pudemos classificar todas as músicas em três categorias:

(1) Mensagens que são ouvidas claramente. Este é o caso da música "Ilusão de Ótica" dos Engenheiros do Hawai, onde se ouve nitidamente "Por que você está ouvindo isto ao contrário, o que você está procurando, hein?". Outra mensagem clara está no final da música do Pink Floyd, "Goodbye Blue Sky", do album "The Wall". Antes que a próxima música comece é possível ouvir claramente "Congratulations, you have just discovered the secret message. Please send your answer to «Old Pink», care of the funny farm..." (Parabéns, você descobriu a mensagem secreta. Por favor envie sua resposta para o Velho Pink, aos cuidados da fazenda engraçada)." Todas as gravações desta categoria são claramente intencionais e envolvem simplesmente gravar no disco o trecho ao contrário. Porém nenhuma delas tem caráter sexual ou demoníaco. Pelo contrário: uma das mais famosas gravações reversas é do cantor Prince, na música "Darling Nikki", em que se ouve perfeitamente "Hello. How are you? I'm fine 'cuz I know that the lord is coming soon. Coming, coming soon." (Como vai você? Eu vou bem, pois sei que o senhor está vindo em breve); um pequeno trecho gospel escondido numa música de forte apelo sexual (a piada está em reverter não só a mensagem, mas também o conteúdo da mensagem).

(2) Mensagens que você consegue entender depois de saber o que ouvir. Exige boa vontade, mas depois de saber o que se espera ouvir é possível entender por exemplo, "we're fighting with the gods of war" ("estamos lutando com os deuses da guerra") em "Rocket" do Def Leppard ou "My sweet Satan" em "Stairway to Heaven". Aliás, Led Zeppelin encabeça a parada de sucessos dos Artistas de Satã. Em "Stairway to Heaven", a música mais tocada nas rádios em todos os tempos (um fenômeno considerando-se que a música tem mais de 8 minutos), ouvidos preparados costumam distinguir, num intervalo de apenas um minuto, nada menos que 7 frases curtas, todas com temas diabólicos.

(3) Mensagens que não se consegue entender nem mesmo sabendo de antemão o que se deveria entender. Nem com toda boa vontade do mundo foi possível entender frases como "Meu Anjo é o Diabo e o mundo tem que ter esse seu amor que recebo" na música "Meu Cãozinho Xuxo", nem "Satanás vive" na música "Não se reprima" dos Menudos. Na música "A Cada Dez Palavras" do KLB, por exemplo, em vez de "O sapo sapo senhor...... foi rico em petulância" só podemos admitir, assim mesmo com muita relutância, "sapo, sapozinho... ambulância" que, convenhamos, é tão inocente quanto inútil. Nesta categoria está a maior parte das mensagens demoníacas nacionais.

Os versos satânicos nos discos de rock (II)
Cadastre seu email para receber nosso boletim:
Pipoca com Ciência

Dragão da Garagem